Alimentação natural, sim ou não?



Happy hour

Faz cerca de 1 ano que troquei a ração da Bali e da Julinha pela alimentação natural, eu ja tinha muita vontade de fazer isso antes, mas admito que a preguiça sempre falava mais alto. Eu pensava "mal consigo fazer comida pra mim, como vou dar conta de fazer comida para elas também?", até o inicio do ano passado, quando as idas ao consultório veterinário ficaram mais frequentes do que os passeios no parque.


A 5 anos atrás a Bali, que tem diversos problemas de pele, incluindo sarna demodécica e alergia a pulga, foi diagnosticada com gastrite. Mesmo utilizando uma ração super premium, específica para os problemas de saúde que ela tinha, ela nunca ficava 100%. Eventualmente tinha dor de barriga, ficava inchada e tinha diarréia...era notável o desconforto que ela sentia quando estava mal e a causa sempre era a ração, já que não comida nada diferente disso. O quadro da julinha foi diferente, iniciou da noite para o dia, em menos de 24h ela ficou abatida, sem apetite e vomitando, levamos ela ao veterinário e descobrimos que ela estava com uma inflamação no fígado, que provavelmente também foi causada pela ração super premium, já que ela também não comia nada de diferente.


Depois de semanas em tratamento decidi que dessa vez era pra valer, iria fazer a AN para as duas. Marquei uma consulta com a nutricionista da clinica que vou, a Point Animal e iniciamos a dieta, desde então posso dizer que tenho outros cães em casa, a disposição delas é outra, logo nas primeiras semana a barriga da bali deixou de ficar inchada, o pelo delas ficou mais brilhoso e com menos nós, virei uma mega defensora da alimentação natural, passei a ler bastante sobre o assunto e questionar a qualidade das rações comercializadas no Brasil.


Para te ajudar a tomar essa decisão vim aqui responder as 5 perguntas que mais me fazem sobre o assunto e que também já foram minhas duvidas um dia:


Da trabalho? Sim e não. Admito que nas primeiras semanas foi bem difícil, não sabia bem quanto comprar de cada ingrediente e as vezes sobrava um, as vezes faltava outro, brigava com a balança, esquecia de comprar, ia no mercado tarde e pagava mais caro...mas com o tempo aprendi a me organizar, aprendi onde é mais barato, quanto tempo dura cada coisa, decorei as porções e desenvolvi o meu próprio controle.

Eu tenho vários saquinhos reutilizáveis numerados, conforme vou colocando um ingrediente no saquinho vou marcando na tabela com uma caneta de quadro branco "saquinho Bali 1 tem abobrinha", dessa forma eu não preciso cozinhar tudo no mesmo dia e sei o que esta faltando em cada saquinho para comprar os ingredientes, sem desperdício.



Como armazenar? Existem 3 tipos de dieta, a crua com ossos, a crua sem ossos e a cozida, cada uma tem um preparo e todas são congeladas para armazenamento. O tipo de dieta é determinado pelo nutricionista de acordo com as necessidades do seu animal e o seu estilo de vida. Admito ter um pouco de receio sobre a dieta crua por não me garantir com a organização para o pré congelamento (carnes cruas devem obrigatoriamente passar por um período de congelamento profilático para destruir parasitos que podem estar presentes nesses alimentos crus.), mas isso é uma opção pessoal e com certeza o seu veterinários vai apontar todos os prós e contras de cada método antes de prescrever a dieta.


Quais os ingredientes? Tudo depende da dieta que o veterinário vai prescrever, no meu caso, como não tenho muito tempo durante o dia para servir a comida e elas não tinham nenhuma restrição, eu pedi que elas tivessem a mesma dieta todos os dias, mas tem gente que prefere variar semanalmente ou até diariamente, o que também é uma opção pessoal. Assim como tipo de alimentação o nutricionista vai conversar isso com você antes de prescrever a dieta.

As meninas comem abobrinha, frango, chuchu, batata doce e os complementos (suplemento zero proteína, omega três, cúrcuma e óleo de coco) que só coloco no potinho na hora de servir a comida, tudo dosado e pesado conforme o peso, a idade e o gasto de cada uma.


Hora de pesar

E na hora de viajar? Esse era o meu segundo medo quando comecei a AN, mas meu único drama foi ter que carregar uma bolsa térmica com os saquinhos congela local coloco tudo na geladeira e vida que segue. Para os suplementos


É caro? Antes das duas adoecerem eu gastava cerca de R$280,00 por mês em ração (considerem que eu comprava pacotes grandes que duravam cerca de 2 meses e que faziam esse valor ser mais em conta), hoje, quando eu não me organizo, não vou na feira e preciso ir no mercado gasto R$209,60 para alimentar as duas durante um mês, valor que fica ainda mais em conta quando me organizo e compro nos locais mais baratos. Hoje em dia também existem empresas que entregam a AN pronta na sua casa semanalmente, o que tem um valor mais alto, claro, mas para aqueles que podem pagar e não tem tempo ou não querem cozinhar em casa é uma ótima opção.


Considerando a preocupação e o gasto que deixei de ter com veterinário eu acredito que vale muito a pena fazer a troca da ração pela alimentação natural, mas antes de tomar essa decisão lembre sempre de consultar um médico veterinário e levantar todos os prós e contras dessa escolha, porque nem todos os animais se adaptam a esse tipo de dieta assim como nem todos os animais aceitam voltar para a ração se por acaso você desistir da AN.


Sobre o autor: Profissionalmente sou arquiteta, mas divido o meu tempo fora do escritório entre o amor pelos animais, pela água, pelo skate e por uma vida mais sustentável. A 7 anos atrás fundei o projeto @openbarcanino e a loja @openpet, que ajuda a manter o projeto, desde então passei a viver mais ao ar livre, comecei a me interessar por comportamento animal e procuro incluir os meus cães em tudo que faço: viagens, passeios, remadas, pois estes momentos compartilhados me dão energia para a rotina do dia-a-dia e me ajudam a proporcionar uma verdadeira “vida de cachorro” para eles.

#10dicas #Cachorro #Gato

56 visualizações

openbarcanino@gmail.com

Porto Alegre  -  Rio Grande do Sul

  • facebook
  • Instagram Limpa
  • Branco Twitter Ícone