A melhor companhia para se exercitar

Atualizado: 2 de Mai de 2019



Foto @meuzoologico: Eu e a Bali, minha maior companheira de remadas.

Das 10 pessoas que conversei sobre esse assunto 9 acreditam que praticar atividade física na companhia de seus melhores amigos é um incentivo a mais para se manter em forma ❤

O que eu mais gosto de fazer no tempo livre é praticar qualquer atividade ao ar livre com a cachorrada, isso faz bem tanto pra mim quanto pra eles e me ajuda a colocar em prática a ideia de que a gente tem que ser mais cachorro, porque temos muito o que aprender com eles :) Para o animal, além do beneficio mental, praticar uma atividade de alta ou baixa intensidade faz bem para o corpo, porque um cão que gasta a sua energia é um cão feliz! Mas é ai que esta o erro da maioria dos donos...

Vejo muitos tutores que praticam atividades que não condizem com o porte ou a idade do seu amigo e isso faz com que esse momento deixe de ser algo prazeroso e passe a ser algo torturante para eles, então vou deixar aqui algumas dicas para vocês:

1. Conheça o condicionamento físico do seu melhor amigo: Cães idosos ou de pequeno porte (que tem as patinhas curtas) em geral não podem praticar atividades de alta intensidade como corrida, skate ou roller. Nesses casos escolha esportes em que o animal não faça esforço, como a bicicleta, que ele pode ficar dentro da cestinha curtindo aquele ventinho na fuça, ou que ele possa te acompanhar no próprio ritmo, como trilhas de nível fácil, yoga ou remada.

2. Escolha o horário certo: É comum ver os donos praticando atividade física com seus animais nos horários de maior insolação e isso é o maior erro que você pode cometer com o seu bichinho! Além do calor, é nesses horários que o piso esta mais quente, não esqueça que eles não usam calçado e por isso podem queimar as patinhas :( Quer pegar um bronze (ou um câncer de pele)? Faça isso sozinho, deixe o passeio com o seu melhor amigo para o início da manhã ou para o fim da tarde e lembre-se sempre de colocar o seu pé no piso/asfalto para conferir a temperatura, se estiver quente para você esta quente para ele também.

3. Acerte na escolha da coleira: Outra erro bem comum que os donos cometem é na hora de escolher a coleira, frequentemente vejo pessoas correndo ou andando de bicicleta puxando os cães com enforcador. Não preciso nem dizer o que pode acontecer né? Escolha uma peitoral, preferencialmente acolchoada, e uma guia que tenha um gancho resistente e seguro.


Minha sugestão: Peitoral de segurança, com base acolchoada no peito e engates reforçados, e guia da Cuscoloko, com gancho em liga de zinco que gira 360º - Esses produtos você encontra la na loja da OpenPet que destina parte do lucro para a manutenção do Open Bar Canino :)

4. Hidrate-se: Essa dica vale pra você também humano, não esquece da garrafinha de água!

E como começar?

Alguns animais, principalmente os mais jovens, tem muita energia, por isso se adaptam fácil a atividades como corrida e caminhada, outros gostam de água desde que nasceram e outros tem medo de tudo, absolutamente tudo...então a regra é simples: observe e respeite o seu melhor amigo.

► Remo, natação e surf: Em geral todos os animais gostam de água, o problema é que a maioria dos donos tenta colocar seus cães direto na piscina, que além de ser um local novo é um local onde eles não alcançam o fundo, por isso tendem a entrar em desespero. Quer que o seu cão goste de água? Leve ele em uma praia sem onda, como uma lagoa ou rio, vá entrando de vagar e deixe que ele entre sozinho atrás de você, descobrindo, sentindo o chão com as patas, brinque de jogar bolinha ou graveto...aos poucos ele vai conhecendo e gostando daquele lugar novo :)

Dica de quem pratica - @meuzoologico: Mesmo sabendo que todo cachorro sabe nadar eu não dispenso o uso do colete salva vidas durante as remadas, com ele é muito mais fácil colocar as gurias de volta na prancha quando elas resolvem pular e nadar. Além disso é importante cuidar com o sol, mesmo sendo uma atividade refrescante não tem sombra em cima da prancha, então sempre remamos no inicio da manhã ou no final da tarde (dica extra, esse é o horário mais bonito).

Fotos: @meuzoologico + @daisetorres + @mahrcele.le

► Corrida e caminhada: Essas atividades exigem total sincronia entre o cão e o dono, um tem que acompanhar o outro lado a lado, sem puxar, e para isso, além de começar os treinos aos poucos, você pode pedir auxilio de um adestrador. Seu cão costuma parar para cheirar tudo no caminho? Tudo bem, isso não quer dizer que ele não vai caminhar ao seu lado, apenas deixe que ele seja cachorro e divida a atividade em dois momentos, o momento do lazer e o momento do foco. No momento de lazer ele tem a oportunidade de fazer xixi, cheirar, conhecer o entorno, na hora do foco você determina quando a caminhada/corrida vai começar. O legal da caminhada é que ela não tem idade, trajetos mais curtos fazem bem até para os mais velhos, mas lembre sempre, respeite os limites do seu melhor amigo.

Dica de quem pratica - @mel.chule: Sempre levar água e respeitar o limite dos cães. Acho que cada cachorro tem sua genética e disposição. Eu comecei com passeios normais, no parque vi que a Mel se comportava melhor solta, então foi assim que começamos. Tem dias que ela só que brincar e não quer caminhar, então acabamos fazendo isso.

Fotos: @mel.chule + @mel.chule + @mel.chule

► Trilha: Assim como a caminhada leve essa é uma atividade que não precisa de preparo dependendo da intensidade, existem muitos parques e reservas que as trilhas são classificadas por níveis, como fácil, médio e difícil. Escolha aquela que seja mais adequada ao seu condicionamento e do seu melhor amigo e esteja preparado com coleira repelente, toalha (caso a trilha acabe em uma cachoeira) e uma guia, de preferência com cinto, que permita que você fique com as mãos livres para se segurar. Além disso, independente do quanto o seu melhor amigo é obediente é sempre importante levar a guia pela segurança do seu cão e dos outros animais que vivem na natureza. Por mais adestrado que os eu cão seja é um local que ele não frequenta com animais, sons e cheiros que ele não esta acostumado, por isso não é possível prever o que pode atrair ele e fazer com que ele saia correndo ou querendo brincar/pegar algum bichinho selvagem.

Dica de quem pratica - @arqvalescameneghini: A Cookie nem parece que mora em apartamento, é super aventureira, temos que redobrar o cuidado e ficar de olho porque ela vai se metendo em todos os lugares possíveis, mas quando a gente ve que ela ta um pouco mais receosa, normalmente vou na frente e incentivo ela a ir também. Quando ela vai, ganha um carinho, festa, ai fazemos esse trecho mais algumas vezes até ela se encorajar e ir sozinha, sempre no tempo dela, com isso aprendemos também os limites dela, mas quando não tem jeito levamos no colo mesmo hahahaha

Fotos: @meuzoologico + @arqvalescameneghini + @arqvalescameneghini

► Skate e Roller: Muitos animais não gostam dessas atividades por causa do barulho das rodinhas, então se você quiser começar em algum desses esportes, é importante começar com calma, observando se o seu melhor amigo tem medo ou não, se ele te puxa porque quer correr ou porque quer fugir. E as mesmas dicar da corrida, da caminhada e da bike valem para esse esporte, va com calma, observe e respeite o limite do seu melhor amigo.

Dica de quem pratica - @buda.bulldog: Se for para acompanhar não tem segredo, muita água fresca e sem exageros. Sem petiscos, sem tornar isso obrigação. Passear muito, apresentar tudo que é legal pro Dog é importante, leva-lo até uma pista para para ver skatistas também é uma boa prática.

Fotos: @buda.bulldog + @buda.bulldog + @estrelaskatista

► Bicicleta: Assim como a corrida essa é uma atividade que exige total sincronia entre cão e dono, um não pode puxar o outro, por isso é legal que antes de iniciar com a bicicleta você e seu melhor amigo estejam acostumados a fazer caminhadas mais longas, se você tiver alguma experiencia aumente a velocidade aos poucos e só depois vá para a bicicleta. A diferença entre essa atividade e a corrida e a caminhada é que se o seu cão for idoso ou não tiver o físico ideal para pratica-la ele não precisa necessariamente caminhar ou correr ao seu lado, você pode colocar ele em um cestinho ou reboque. A sensação do vento batendo na fuça e trazendo cheiros diferentes é quase como se ele estivesse correndo em uns 10 parques diferentes, é tanta informação nova que ele vai chegar exausto em casa.

Dica de quem pratica - @monaebrisa: Va as poucos e treinando, tanto o cão quanto o dono, o condutor deve sempre ficar atento e antecipar correções de qualquer movimento de aproximação da bicicleta ou parada brusca do animal. Um suporte que segure a guia longe da bicicleta ajuda bastante e nada de viajar e desligar a atenção ao cão, recomendamos que não usem fones de ouvido para não se distrair.

Fotos: @meuzoologico + @monaebrisa + @monaebrisa

► Yoga e alongamento: Pra mim essa uma das atividades mais legais de se praticar com os animais, primeiro porque ela pode ser praticada com cães ou com gatos, já que você pode fazer em casa, segundo porque a reação deles com a prática é MUITO legal! Eles imitam os movimentos, pulam em cima, começam a correr ou puxar o cabelo, para eles tudo é uma brincadeira e é impossível não fazer a atividade sorrindo (ou morrendo de rir)

Dica de quem pratica - @meuzoologico: Nesse tipo de atividade com animais não da pra desligar 100%, as vezes você esta mega concentrado em uma posição, vai trocar o lado e surge uma bolinha no caminho, tem que cuidar para não pisar, cair, se machucar...

Fotos: @meuzoologico + @meuzoologico + @mahrcele.le


Sobre o autor: Profissionalmente sou arquiteta, mas divido o meu tempo fora do escritório entre o amor pelos animais, pela água, pelo skate e por uma vida mais sustentável. A 7 anos atrás fundei o projeto @openbarcanino e a loja @openpet, que ajuda a manter o projeto, desde então passei a viver mais ao ar livre, comecei a me interessar por comportamento animal e procuro incluir os meus cães em tudo que faço: viagens, passeios, remadas, pois estes momentos compartilhados me dão energia para a rotina do dia-a-dia e me ajudam a proporcionar uma verdadeira “vida de cachorro” para eles.

Acompanhe o Zoologico!

Instagram: @meuzoologico

#esporte #natureza

0 visualização

openbarcanino@gmail.com

Porto Alegre  -  Rio Grande do Sul

  • facebook
  • Instagram Limpa
  • Branco Twitter Ícone

site desenvolvido por EmPlanta Projetos